Como uma psicóloga americana influenciou minha vida

Ciao. Vos trago mais um jogo de palavras.

Lidar com idiomas tem sido algo muito presente na minha vida nos últimos anos, e isso escalou nos últimos meses.
Acho relevante (olha aí) ressaltar que alcancei um glorioso 2,5 de 10 em inglês quando fiz o vestibular da UNICAMP, porque o julgava desnecessário em um curso voltado para derivadas e integrais. A vida é engraçada.

A primeira vez que eu consegui manter uma conversação em inglês acabou mudando minha perspectiva. E só para colocá-los em contexto, essa conversa aconteceu com uma psicóloga nos Estados Unidos, justamente porque (pasmem) eu me sentia angustiado por não conseguir me expressar, e portanto, me conectar.

Não precisamos ir muito longe pra identificar relacionamentos interessantíssimos entre línguas.
Usar 3 das 5 línguas românticas provenientes do latim já é o suficiente pra me divertir.

"Pronto", que em italiano e português significa "pronto", em espanhol significa "em breve." Parece bobo, mas tente explicar "já já" pra um falante não nativo de português.
"Engraçado" em português, é "gracioso" em espanhol e "divertente" em italiano. Nem pense em falar pra uma italiana que ela é "engraçada", porque pode parecer "ingrassata" e você vai arrumar um problemão pra cabeça.

Pegando emprestada uma língua germânica, mais curioso ainda é perceber as conjugações do passato prossimo do italiano e do perfekt do alemão levam a mesma regra de exceção para verbos que indicam movimento.
Eu ainda separo um tempo pra descer mais a fundo na origem desse cruzamento entre duas línguas com raízes significativamente distintas.

Bom, acho que isso já é o suficiente pra espantar os desinteressados no assunto. Ainda dá tempo de falar que "ciao" em italiano quer dizer "oi" e "tchau" ao mesmo tempo?

Cidada italiana de 251 A.C.
Segundo a rede mundial de computadores:

Importância: caracteriza tudo aquilo que tem grande valor.
A palavra tem origem do latim importans, de importare, que significa "ser significante em".

Relevância: é uma característica atribuída a tudo aquilo que seja de fundamental importância para algo.
A palavra vem do Latim relevans, "o que retira alguém de um problema", de relevare, "aliviar, elevar", formado por re-, prefixo intensificativo, mais levare, "levantar, aliviar", de levis, "leve, de pouco peso".
O sentido atual, de "pertinente ao assunto discutido" se instalou pela metade do século XVI.

É por essas e outras que adoro etimologia. Por mais que a palavra "relevância" possua esse sentido atualmente, a sua etimologia a torna passível de interpretação para o argumento que quero trazer.

Ando colocando bastante tempo e análise em pontos importantes e relevantes da minha vida, e na forma como a tenho vivido.
Eu tento definir importância como coisas de valor intrínseco, fundamentais para mim, e relevância como coisas que rodeiam, que possuem valor relacionado.

Enquanto minha família, relacionamentos, clareza mental e saúde física são de extrema importância para mim, eu acredito que coisas relevantes, como a natureza do meu trabalho, trazem uma ideia de conexão, de relacionamentos entre ações e decisões que me ajudam a priorizar o que de fato é importante.

Voltando ao assunto dos idiomas, eles ficaram ainda mais relevantes em junho, quando comecei a fazer parte dessa equipe espetacular que é responsável pelo Inglês Nu e Cru e pelo Carioca Connection.
Trabalhar com eles me permite não depender de um local específico de trabalho, e isso é crucial para minha clareza mental, por exemplo.

Se você está lendo isso aqui, você provavelmente já os conhece, mas você já ouviu falar do Sound School?
Sound School
O único curso personalizado para brasileiros focado na pronúncia.

Convenhamos que o método tradicional de ensino de inglês no Brasil é velho e sem eficiência. Aqueles livros de gramática imensos e salas de aulas enormes? Nem pensar. Aprender inglês deve ser feita de uma forma natural.
Sound School
Estamos com o curso fechado agora, mas deixe seu email e seja o primeiro a receber informações e desconto especiais :)
Eu tive o prazer enorme de participar de 3 episódios do Carioca Connection, onde eu bati um papo com a Alexia sobre sotaques, viagens e a diferença entre a vida de cidade grande e do interior.
Eu acredito que buscar fazer coisas relevantes, ou até mesmo ver relevância nas coisas que eu faço, porque a vida não é um arco-íris, tem sido um dos principais pontos ao tentar buscar uma vida mais interessante, e antes de qualquer coisa, mais importante pra mim.

Talvez ela não saiba, mas aquela psicóloga americana foi o pontapé inicial que me trouxe até aqui. E daqui continuarei aprendendo línguas, me expressando e me conectando com pessoas incríveis.
"One sentence a day keeps the monsters away."
Felipe likes to write about stuff. See more of that here.
Felipe Arcaro
Apprentice
Se inglês ainda não é importante pra você, essa é a hora!
Estamos com o curso fechado agora, mas deixe seu email e te informarem assim que abrirmos. Os primeiros sempre recebem condições especiais de pré-venda :)